Google+ Followers

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Questões com gabarito comentado - Segunda guerra e guerra Fria



1. (G1 - cftsc 2008)  Os 45 anos que vão do lançamento das bombas atômicas até o fim da União Soviética não formam um período homogêneo único na história do mundo (...). Apesar disso, a história desse período foi reunida sob um padrão único pela situação internacional peculiar que o dominou até a queda da URSS: o constante confronto das duas superpotências que emergiram da Segunda Guerra Mundial na chamada "Guerra Fria" 
  (HOBSBAWM, Eric. "Era dos extremos: o breve século XX". 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p 223).

Sobre esse tema, assinale a alternativa CORRETA:
(A) Para os historiadores, a Guerra Fria terminou com o ataque às torres gêmeas em 11 de setembro de 2001.   
(B) A juventude americana não se opôs à política externa agressiva dos EUA, que levou à Guerra do Vietnã, justificada através do discurso maniqueísta da Guerra Fria.   
(C) A segunda metade do século XX foi marcada pela Guerra Fria, quando a política imperialista dos EUA perdeu sua influência sobre a América Latina, abrindo espaço para a Revolução Cubana.   
(D) A luta pela hegemonia mundial entre EUA e URSS realizou-se sob a forma de demonstração de poderio, com destaque para a corrida espacial, a participação em conflitos localizados como as Guerras da Coreia e do Vietnã e o desenvolvimento da política nuclear.   
(E) Comandando a OEA (Organização dos Estados Americanos), os Estados Unidos promoveram a inclusão de Cuba naquele organismo internacional.   
  
2. (Uel 2006)  "A guerra europeia que se iniciou no 1o de setembro de 1939 foi a guerra de Hitler. Historiadores continuarão a discutir as forças sociais, econômicas e políticas que o levaram a assumir uma série de riscos calculados que culminaram em uma guerra em grande escala".
            (KITCHEN, Martin. "Um mundo em chamas". Rio de janeiro: Zahar, 1993. p. 11.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir.

I. Hitler, apesar do poder absoluto que detinha no Estado Maior Alemão, foi forçado a agir em um contexto socioeconômico, no qual era dependente do apoio ativo de seus subordinados.
II. Hitler se encontrava em pleno comando da política externa alemã, e suas ações levaram em conta as circunstâncias sociais históricas e culturais de sua época.
III. A guerra implementada por Hitler resultou de sua insanidade e de seus interesses pessoais, o que isenta, assim, a sociedade alemã de qualquer responsabilidade sobre os resultados da empreitada.
IV. As decisões de Hitler bem como a política interna e externa por ele encetada foram respaldadas pelas elites diplomáticas e militares e pelas classes hegemônicas alemãs.

Estão corretas apenas as afirmativas:
(A) I e III.          (B) I e IV.    (C) II e III.       (D) I, II e IV.      (E) II, III e IV.   


3. (Pucsp 2003)  A viagem levou uns vinte minutos. O caminhão parou; via-se um grande portão e, em cima do portão, uma frase bem iluminada (cuja lembrança ainda hoje me atormenta nos sonhos): ARBEIT MACHT FREI - o trabalho liberta. Descemos, fazem-nos entrar numa sala ampla, nua e fracamente aquecida. Que sede! O leve zumbido da água nos canos da calefação nos enlouquece: faz quatro dias que não bebemos nada. Há uma torneira e, acima, um cartaz: proibido beber, água poluída (...). Isto é o inferno. Hoje, em nossos dias, o inferno deve ser assim: uma sala grande e vazia, e nós, cansados, de pé, diante de uma torneira gotejante, mas que não tem água potável, esperando algo certamente terrível acontecer, e nada acontece, e continua não acontecendo nada.
            (LEVI, Primo. "É isto um homem?" Rio de Janeiro: Rocco, 1988. p. 20).

A descrição acima - de um prisioneiro chegando a Auschwitz - revela angústia e horror. Os campos de concentração nazistas eram
(A) lugares de reabilitação de doentes mentais, criminosos comuns e prisioneiros políticos, adversários do Nazismo.   
(B) instalados apenas na Alemanha e, neles, foram alojados, durante a Segunda Guerra Mundial, judeus, homossexuais e comunistas.   
(C) lugares de execução sumaria e imediata de inimigos nacionais alemães e de pessoas que se recusavam a trabalhar.   
(D) instalados para acolher os imigrantes que, vindos da Europa Oriental, tentavam penetrar no território do Terceiro Reich sem autorização.   
(E) lugares onde os considerados indesejáveis eram submetidos a humilhações, trabalhos forçados ou execuções em massa.   
  
4. (Mackenzie 2003)  Para os norte-americanos, a decisão de usar as armas nucleares foi descrita em termos puramente humanitários e militares. Nas palavras do então secretário da Guerra, Henry L. Stimson, os artefatos foram usados "a fim de terminar com a guerra no menor prazo possível e evitar as enormes perdas de vidas humanas que, de outra forma, teríamos de enfrentar".
Provavelmente, se os Estados Unidos tivessem sido derrotados na guerra, o general Leslei Groves, responsável pelo projeto que criou a nova arma, o coronel-aviador Paul Tibbetts, comandante do avião Enola Gay que lançou a bomba e os físicos chefiados por Oppenheimer, certamente seriam julgados por crimes contra a humanidade.

Sobre o evento citado no texto é INCORRETO afirmar que:
(A) no início de agosto, a vitória americana no Pacífico já estava clara. Era apenas uma questão de tempo, até a rendição do Japão; o governo dos EUA justificou-se, alegando que essa era a forma mais rápida de encerrar, de uma vez por todas a guerra.   
(B) a primeira bomba atômica explodiu na cidade japonesa de Hiroxima. Três dias depois, outra cidade japonesa, Nagasaki, conheceu o poder da bomba atômica.   
(C) coube ao vice-presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, comandante de todas as forças armadas dos EUA, a responsabilidade de tomar a decisão de lançar as bombas atômicas sobre o Japão.   
(D) a bomba atômica, lançada sobre a cidade de Hiroxima em 1945, foi um dos fatores que desencadeou, nos anos seguintes à Guerra Fria, um verdadeiro festival de explosões americanas e russas, que poluíram, com radiação quase todos os espaços da terra.   
(E) para muitos analistas militares, historiadores, o uso das bombas foi um crime de guerra dos EUA, destinado a impressionar a URSS e a marcar sua força política, tendo em vista a nova ordem internacional do pós-guerra.   
  
5. (Puc-rio 2003)  "Julgamos propícia esta ocasião para afirmar, como um princípio que afeta os direitos e interesses dos Estados Unidos, que os continentes americanos, em virtude da condição livre e independente que adquiriram e conservam, não podem mais ser considerados, no futuro, como suscetíveis de colonização por nenhuma potência europeia [...]" (Mensagem do Presidente dos EUA James Monroe ao Congresso, 1823)

A Doutrina Monroe visava a contestar uma possível intervenção e recolonização, nas Américas, pelos governos da Europa da Santa Aliança. Assinale a alternativa que identifica uma ação ou deliberação do governo americano, nos últimos dois séculos, que melhor expressa o princípio acima.
(A) A declaração nacionalista de Abraão Lincoln, durante a Guerra de Secessão, conclamando a reunião dos estados do Sul aos estados do Norte.   
(B) A defesa dos 14 Pontos, proposta pelo Presidente Wilson, ao fim da Primeira Guerra Mundial, resguardando o continente americano para a influência dos EUA.   
(C) A defesa da neutralidade do continente americano, no início da Segunda Guerra Mundial, proclamando a solidariedade continental em caso de agressão externa.   
(D) A criação de um programa de investimentos para a América Latina, a "Aliança para o Progresso", tendo em vista a contenção do socialismo, após a Revolução Cubana.   
(E) A convocação do Presidente Bush para os países americanos se solidarizarem com os EUA, após os ataques às "torres gêmeas", em 11 de setembro de 2001.   
  
6. (Pucsp 2002)  Às 6 da manhã, do dia 7 de dezembro de 1941, aviões japoneses bombardearam a base norte-americana de Pearl Harbor, no Havaí. A ofensiva iniciava o avanço japonês que, oito meses depois, controlava parte significativa do Oceano Pacífico. Sobre os conflitos no Pacífico, durante a Segunda Guerra Mundial, pode-se dizer que
(A) demonstram a instabilidade política do Pacífico e do sudeste asiático, antes dominados principalmente pela França e pela Inglaterra, e alvo, durante a Guerra, de interesses norte-americanos e japoneses.   
(B) ilustram o combate de japoneses e norte-americanos contra chineses e soviéticos, que tentavam estabelecer na região a hegemonia de Estados guiados pela ideologia socialista.   
(C) desembocam na explosão das bombas atômicas em Hiroxima e Nagasaki, responsáveis pela vitória final dos países Aliados sobre os países do Eixo e pela rendição incondicional de Alemanha e Japão.   
(D) iniciam uma sequência de combates aéreos e navais, dos quais participaram ativamente todos os países envolvidos na Guerra, especialmente Alemanha e Itália, empenhadas em defender as posições japonesas.   
(E) abrem espaço para a proliferação do islamismo, que acabou por conquistar, por meio de revoluções populares, o controle de Estados como o Paquistão, a Índia ou as Filipinas.   
  
7. (Puc-rio 2002)  A Segunda Grande Guerra (1939-1945), por suas dimensões, perdas humanas e materiais e por seus impactos, provocou uma série de modificações no cenário das relações internacionais.
Considerando essas modificações, avalie as afirmações abaixo.

I - Houve a configuração da bipolaridade de interesses e disputas entre blocos de países liderados pelos governos dos EUA e da URSS.
II - Assistiu-se ao incremento das lutas de descolonização em regiões asiáticas e africanas.
III - Concretizou-se a hegemonia britânica sobre a exploração de reservas petrolíferas no Oriente Médio.
IV - Proibiu-se o uso de armas nucleares, devido ao impacto causado pelo lançamento das bombas atômicas sobre o Japão.
V - Encerraram-se, em função do Holocausto, as perseguições e conflitos políticos por motivos étnicos, religiosos ou raciais.
Assinale:
(A) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.    (B) se apenas as afirmativas II e IV estiverem corretas.   
(C) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.     (D) se apenas as afirmativas III e V estiverem corretas.   
(E) se apenas as afirmativas IV e V estiverem corretas.   
  
8. (Ufrgs 2000)  Nos anos de 1942 e 1943 as batalhas de Midway, no Pacífico, El Alamein, na África, e Stalingrado, na Eurásia, significaram a
(A) confirmação da supremacia do Eixo.       (B) reversão da II Guerra Mundial com a ofensiva passando para os aliados.   
(C) ruptura entre os EUA e a URSS, dando origem à Guerra Fria.   (D) conquista da Polônia e da Hungria pelos nazistas.   
(E) ascensão do poderio militar soviético.   
  
9. (Pucsp 2000)  Leia atentamente:

"No caso de Hiroshima, trata-se da catástrofe mais concentrada que já se abateu sobre os homens. Numa passagem de seu diário, o dr. Hachiya [que testemunhou o fato] pensa em Pompéia. Mas nem mesmo esta oferece termo de comparação. Sobre Hiroshima se abateu uma catástrofe que foi planejada e executada com a maior precisão por seres humanos. A 'natureza' está fora do jogo." (Canetti, Elias. A Consciência das Palavras. SP: companhia das Letras, 1990).
  
O texto refere-se à explosão atômica
(A) com a qual os EUA conseguiram a capitulação dos japoneses, último núcleo de resistência do Eixo, ao fim do conflito mundial ocorrido entre 1939-45.   
(B) que funcionou como demonstração do poder militar americano, para intimidar a China que havia aderido ao bloco comunista no fim da Segunda Guerra.   
(C) cujo objetivo foi colocar fim ao conflito dos EUA com o Vietnã, onde os guerrilheiros locais impunham derrotas sistemáticas aos soldados americanos.   
(D) que resultou de acidente aéreo envolvendo caças americanos e soviéticos, quando realizavam operações conjuntas com arsenal nuclear no Oceano Pacífico.   
(E) resultante do bombardeio promovido pelos EUA, durante o Segundo Conflito Mundial, a Pearl Harbour, base militar japonesa onde era desenvolvida a bomba de hidrogênio.  

10. (G1 - utfpr 2013)  Após 1945, a Europa, que foi palco das operações militares durante a Segunda Guerra Mundial, viveu um período de estagnação, em função da desaceleração de atividades econômicas, especialmente a agricultura, e dos problemas com a rede ferroviária destruída. A recuperação pós-guerra esbarrou na diminuição da população economicamente ativa em função do enorme número de mortes durante os combates. Logo, na esfera da política internacional formaram-se dois blocos hegemônicos que rivalizaram-se entre si e envolveram boa parte do mundo até o final dos anos 1980. Os blocos eram formados por:
(A) Alemanha e Japão.   
(B) Alemanha e Inglaterra.   
(C) Inglaterra e Estados Unidos.   
(D) Estados Unidos e União Soviética.   
(E) União Soviética e Alemanha.   

 
Gabarito: 

Resposta da questão 1:
 [A]

Os blocos em questão eram o capitalismo (liderado pelos Estados Unidos) e o comunismo (liderado pela União Soviética). Durante o período mencionado na questão, foi desenvolvida uma tensão permanente entre os dois blocos conhecida como Guerra Fria, que colocou o mundo à beira de uma guerra nuclear.  

Resposta da questão 2:
 [D]  

Resposta da questão 3:
 [D]  

Resposta da questão 4:
 [E]  

Resposta da questão 5:
 [C]  

Resposta da questão 6:
 [C]  

Resposta da questão 7:
 [A]  

Resposta da questão 8:
 [C]  

Resposta da questão 9:
 [B]  


Resposta da questão 10:
 (D]  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HOTWORDS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Follow by Email

Textos relacionados