Google+ Followers

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Primeira guerra, Crise de 1929 e Revolução Russa



1. (Upe 2013)  O período de duração da Primeira Guerra Mundial, entre 1914 e 1918, foi marcado por várias mudanças sociopolíticas que redefiniram o mundo de então. Sobre esse contexto, assinale a alternativa CORRETA.
(A) A Rússia, potência diretamente envolvida no conflito, entrou num processo revolucionário interno, que a levou à adoção do socialismo.   
(B) O Império Austro-Húngaro perdeu domínios com o fim do conflito, embora tenha mantido dois terços do seu território.   
(C) A França acabou por perder territórios para a Alemanha após a assinatura do Tratado de Versalhes.   
(D) O Império Otomano conseguiu manter sua hegemonia na região dos Bálcãs, mesmo com o fim da guerra.   
(E) A Inglaterra, após a eclosão da Revolução de 1917, impôs perdas territoriais à Rússia.   
  
2. (Fgvrj 2012)  O período entre as duas grandes guerras mundiais, de 1918 a 1939, caracterizou-se por uma intensa polarização ideológica e política. Assinale a alternativa que apresenta somente elementos vinculados a esse período:
(A) New Deal; Globalização; Guerra do Vietnã.   
(B) Guerra do Vietnã; Revolução Cubana; Muro de Berlim.   
(C) Guerra Civil Espanhola; Nazifascismo; Quebra da Bolsa de Nova York.   
(D) Nazifascismo; New Deal; Crise dos Mísseis.   
(E) Doutrina Truman; República de Weimar; Revolução Sandinista.   
  
3. (Espcex (Aman) 2012)  A Primeira Guerra Mundial foi um conflito de enormes proporções, ocorrido entre 1914 e 1918, que envolveu quase todo o continente europeu e várias outras regiões do mundo. Sobre esse conflito é correto afirmar que
(A) a disputa por regiões coloniais acirrou as rivalidades entre as grandes potências, levando ao fim grandes alianças, como é o caso do desmantelamento da Tríplice Entente.   
(B) a chamada “paz armada” foi imposta ao final do conflito, quando os países europeus já encontravam-se desgastados com a guerra, com o objetivo de cessar os combates e evitar novos conflitos.   
(C) a entrada dos Estados Unidos, com seu apoio econômico e militar, ao lado da Entente, foi fundamental para a derrota da Tríplice Aliança.   
(D) o assassinato de Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austro-húngaro, levou o Império austríaco, juntamente com a Rússia, a declarar guerra à Sérvia, dando início ao conflito.   
(E) ao final do conflito, a Alemanha impôs à França a devolução dos territórios da Alsácia-Lorena, ricos em minério de ferro e carvão.   
  
4. (Pucrs 2010)  Inicialmente favorecida pelas condições internacionais do pós-Primeira Guerra, a economia dos Estados Unidos conheceu um período de forte expansão e euforia nos anos 1920. Todavia, ao final dessa década, o país seria um dos focos da crise mundial de 1929 e da Grande Depressão que a seguiu. Um dos motivos dessa violenta reversão de expectativas foi
(A) a falência das principais medidas estabilizadoras do New Deal.   
(B) a política antitruste determinada pela Sociedade das Nações.   
(C) a perda de mercados devido à descolonização afro-asiática.   
(D) a superprodução no setor primário dos Estados Unidos.   
(E) o crescimento da dívida norte-americana em relação às principais potências europeias.   
  
  
5. (Upe)  Em 1916, em plena Guerra, Marcel Duchamp lançou a obra Roda de bicicleta. Nem a roda servia para andar nem o banco servia para sentar. O que a obra de Duchamp anunciava?
(A) Fascínio pela tecnologia, que conduziria o homem ao progresso.   
(B) Apego pela ciência que produziria homens cada vez mais sábios.   
(C) Incentivo para se produzirem, cada vez mais, armas.   
(D) Olhar mais questionador no mundo das artes.   
(E) Busca pela preservação dos princípios iluministas.   
  
6. (Uel)  Compreender o processo revolucionário socialista ocorrido na Rússia de 1917 implica discernir historicamente os seus autores e as atitudes assumidas por eles.
Desta forma, pode-se afirmar.
(A) O partido comunista russo, criado por Marx e Engels em pleno vigor da lei de exceção imposta pelo Czar Nicolau II, adotou táticas de guerrilha de elevada eficácia sócio-política, vencendo assim a guerra revolucionária.   
(B) O processo revolucionário leninista colocou um ponto final no período feudal soviético dos Petrogrados, unindo os comerciantes revolucionários das principais cidades e os camponeses como anteriormente havia ocorrido na Revolução francesa de 1789.   
(C) O comandante do exército bolchevique, Stalin, assumiu o poder no processo revolucionário expulsando o Czar e nomeando como seu líder no congresso socialista, Trotski, organizador das barricadas sindicais na Praça Vermelha.   
(D) Marx e Bakunin elaboraram os princípios revolucionários de uma sociedade socialista, no entanto, devido aos intensos debates entre eles sobre a forma como o processo deveria ocorrer, distanciaram-se, tornando-se adversários.   
(E) Proudhon, exilado na Rússia, organizou os operários em sindicatos comunistas que, na revolução, se integraram ao exército vermelho chefiado por Kerensky, estabelecendo a estratégia da guerra total contra o exército branco.   
  
7. (Ufrrj)  Leia o texto a seguir, sobre o início do processo revolucionário na Alemanha, em fins de 1918, e responda à questão a seguir.
Entre o primeiro dia de agitação das equipagens e o dia da queda do regime imperial e da proclamação da República, passou pouco tempo. O Movimento teve início nas cidades costeiras como Wilhelmshavem, Kiel e Hamburgo, estendendo-se depois para o interior. Partiu dos marinheiros o brado de rebeldia contra a ordem para retornar a guerra.
(...) Rapidamente o movimento se generalizou, com a criação de conselhos de operários e soldados, com uma força espontânea e irresistível. ALMEIDA, Â. M. "A República de Weimar e a Ascensão do Nazismo". São Paulo: Brasiliense, 1982. p.26.

A assim chamada "Revolução Alemã" de 1918/1919 pode ser relacionada a um movimento
(A) de amplo espectro político e de cunho liberal-nacionalista, que objetivava resistir à intervenção estrangeira e às humilhantes condições impostas pelo tratado de Versailles.   
(B) que buscava realizar, num momento em que a monarquia se encontrava particularmente fragilizada pela derrota na Guerra, os ideais liberais e democráticos de 1848.   
(C) político diretamente inspirado no modelo de revolução social e política seguido pelo partido bolchevique russo, na revolução de outubro de 1917.   
(D) dirigido por setores da extrema direita nacionalista que, com um programa que combatia o liberalismo e tinha traços claros de anti-semitismo, prenunciava o nazismo.   
(E) que buscava através de uma revolução política conservadora restabelecer uma ordem social derrubada após a derrota na Primeira Guerra Mundial: a monarquia parlamentar.   
  
8. (Uff)  O período que antecedeu a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) mostrou um panorama de crise, evidenciado pela força dos movimentos sociais liberais, socialistas e anarquistas, em decorrência dos primeiros sinais de fracasso da expansão imperialista.
Tais sinais foram expressivos na Rússia dos czares, onde provocaram o avanço das desigualdades e a eclosão de movimentos grevistas, como o de 1905, que prenunciavam a revolução. Esse clima na Rússia decorreu, de vários fatores, dentre os quais se destacam:
(A) os investimentos financeiros realizados por ingleses e franceses, que aumentaram as diferenças sociais e as desigualdades entre cidade e campo, estimulando os movimentos sociais e a corrida expansionista dos czares;   
  
(B) os processos de financiamento da economia agrária, que melhoraram as condições de vida do campesinato, dificultando o desenvolvimento industrial, promovendo o desemprego nas grandes cidades e aumentando a tensão social;   
(C) os problemas de relacionamento entre as grandes áreas geladas improdutivas, que dificultaram o deslocamento da população e limitaram a remessa de alimentos para as grandes cidades, dando origem aos movimentos sociais urbanos liderados, desde o final do século XIX, pelos bolcheviques;   
(D) os conflitos entre os países imperialistas em função das limitações do mercado russo, que motivaram o apoio da França aos movimentos sociais rurais e o apoio da Inglaterra, aos urbanos;   
(E) os projetos de desenvolvimento criados pelos czares, que levaram ao aumento desregrado dos impostos e ao beneficiamento das regiões europeias em detrimento das áreas rurais dominadas pelo Japão, originando os movimentos contrários à monarquia.   
  
9. (Fuvest)  Há controvérsias entre historiadores sobre o caráter das duas grandes revoluções do mundo contemporâneo, a Francesa de 1789 e a Russa de 1917; no entanto, existe consenso sobre o fato de que ambas
(A) fracassaram, uma vez que, depois de Napoleão, a França voltou ao feudalismo com os Bourbons e a União Soviética, depois de Gorbatchev, ao capitalismo.   
(B) geraram resultados diferentes as intenções revolucionárias, pois tanto a burguesia francesa quanto a russa eram contrárias a todo tipo de governo autoritário.   
C) puseram em prática os ideais que as inspiraram, de liberdade e igualdade e de abolição das classes e do Estado.   
(D) efetivaram mudanças profundas que resultaram na superação do capitalismo na França e do feudalismo na Rússia.   
(E) foram marcos políticos e ideológicos, inspirando, a primeira, as revoluções até 1917, e a segunda, os movimentos socialistas até a década de 1970.   
  
10. (Cesgranrio)  Ao longo do século XX, diversos movimentos sociais eclodiram na América Latina. Dentre eles, destacamos a Revolução Mexicana, iniciada em 1911, que se caracterizou, em suas origens, como um movimento:
(A) operário pela implantação de um governo socialista no México.   
(B) nacionalista contrário à dominação política espanhola.   
(C) burguês em defesa da industrialização do país.   
(D) camponês de luta por uma reforma agrária.   
(E) liberal em prol de uma aliança econômica com os Estados Unidos.   
 

 Gabarito: 

Resposta da questão 1:
 [A]


A situação descrita acima é reflexo da Belle Epoque, período associado ao mundo, entre 1880 e 1914, marcada pela transformação econômica mundial. Essa mudança ocorreu por uma disputa entre as potências mundiais; de um lado, a Inglaterra, líder da Tríplice Aliança, que deseja a expansão imediata de seus territórios, e a Alemanha, líder Entente, que tinha como desejo reafirmar seu crescimento como potência mundial. Dessa forma, como consequência de remanejamentos político e econômico, explode na Rússia uma revolução que transformaria as questões políticas, econômicas e sociais do país. Essa revolução ficou conhecida Revolução Russa, que implantou o Socialismo.

Obs.: Nesta questão, poderia ser trabalhado o fragmento textual de algum poema ou alguma música para explicar o contexto em que o mundo vivia nesta época.  

Resposta da questão 2:
 [C]


Conhecimento factual e cronológico. A Guerra Civil Espanhola ocorreu entre 1936 e 39; Mussolini ascendeu ao poder em 1922 e Hitler em 1933, e a quebra da Bola de Nova Iorque ocorreu em 1929. Normalmente afirma-se que o período entreguerras foi caracterizado pela crise do liberalismo.  

Resposta da questão 3:
 [C]


Uma questão que depende de memorização para análise das alternativas: cronologia de 1ª e 2ª guerras, imperialismo, formação dos sistemas de alianças das duas guerras, causa imediata da 1ª guerra para saber que Rússia não estava ao lado do Império Austríaco; e processo do conflito para chegar ao ano de 1917 e distinguir a mudança que fez quando Estados Unidos entrou na guerra ao lado da Tríplice Entente.  

Resposta da questão 4:
 [D]


Durante e logo após a Primeira Guerra Mundial, agricultores norte-americanos haviam investido muito na aquisição de terras, equipamentos e outros recursos necessários para atender à demanda crescente dos mercados internos e externos. A partir de 1924, após um período otimista devido a boas colheitas, verifica-se uma queda na procura e os preços dos gêneros agrícolas começam a cair. Os agricultores precisavam vender seus produtos para saldar dívidas e hipotecas, o que não conseguiam fazer. Esse quadro contribuiu para o agravamento da crise econômica que se iniciava nos Estados Unidos e que chegaria ao colapso em outubro de 1929.  

Resposta da questão 5:
 [D]


A obra retrata a frustração de grande parte das sociedades ocidentais com a ideia de progresso e de razão, valorizadas no período que antecedeu a guerra, época da “belle époque”. A guerra e a destruição que provocou eram a antítese do progresso e do racionalismo e a obra de Duchamp reflete essa nova visão artística, mais crítica em relação aos discursos predominantes.  

Resposta da questão 6:
 [D]  


Resposta da questão 7:
 [C]  


Resposta da questão 8:
 [A]  


Resposta da questão 9:
 [E]  



Resposta da questão 10:
 [D]  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HOTWORDS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Follow by Email

Textos relacionados