Google+ Followers

Oriente Médio e Palestina

sábado, 3 de junho de 2017

História Contemporânea - Questões com gabarito comentado




Além dos vídeos, uma série de questões comentadas:

https://www.youtube.com/channel/UC23whF6cXzlap-O76f1uyOw/videos?sub_confirmation=1

#partiuauladoarão


7.A Europa já não é a liberdade e a paz, mas a violência e a guerra.
Durante a ocupação alemã de Paris, a alguns críticos alemães que virão lhe falar de Guernica, Picasso responderá com amargura:
Não fui eu que a fiz, fizeram-na vocês.
(Giulio Carlo Argan. Arte moderna, 1992.)

O comentário de Pablo Picasso, em relação à sua obra Guernica, refere-se
(A) à separação entre manifestações artísticas e realidade histórica.   
(B) ao bombardeio alemão da cidade basca em apoio ao general Franco.   
(C) aos massacres cometidos pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.   
(D) à denúncia da anexação do território espanhol pelas tropas nazistas.   
(E) à aliança dos nazistas com os comunistas no início da Segunda Guerra Mundial.   
  
8. (Mackenzie 2010)  “O inimigo é cruel e implacável. Pretende tomar nossas terras regadas com o suor de nossos rostos, tomar nosso cereal, nosso petróleo, obtidos com o trabalho de nossas mãos. Pretende restaurar o domínio dos latifundiários, restaurar o czarismo... germanizar os povos da União Soviética e torná-los escravos de príncipes e barões alemães...
(...) em caso de retirada forçada... todo o material rodante tem que ser evacuado. Ao inimigo não se deve deixar um único motor, um único vagão de trem, um único quilo de cereal ou galão de combustível. Todos os artigos de valor (...) que não puderem ser retirados, devem ser destruídos sem falta.”

Após 70 anos da 2ª Guerra Mundial, o discurso acima, de Joseph Stálin, nos remete
(A) à invasão soviética ao território alemão, marco na derrocada nazista frente à ofensiva Aliada nos fronts Ocidental e Oriental.   
(B) à Operação Barbarosa, decorrente da assinatura do Pacto Ribbentrop- Molotov, estopim para a 2ª Guerra Mundial.   
(C) ao Anschluss, quando a anexação da Áustria pelo Terceiro Reich provocou a reação soviética contra os alemães.   
(D) à estratégia soviética frente à invasão alemã, conhecida como tática da ‘terra arrasada’, a mesma utilizada pelos russos contra Napoleão, no início do século XIX.   
(E) à Batalha de Stalingrado, uma das mais sangrentas e memoráveis de todo o conflito, decisiva para a vitória Nazista.   
  
9. (Unesp 2010)  No início dos anos 1990, o presidente Frederik de Klerk declarou oficialmente o fim do apartheid na África do Sul. Esta política racista
(A) prevaleceu durante toda a história independente do país e assegurou o convívio harmonioso de brancos e negros sul-africanos.   
(B) foi implantada após o final da Segunda Guerra Mundial e prolongou o domínio britânico sobre o país por mais cinquenta anos.   
(C) vigorou por mais de quarenta anos e foi um dos instrumentos da minoria branca sul-africana para se impor à maioria negra.   
(D) foi encerrada apesar do amplo apoio internacional e revelou a dificuldade dos africanos de solidificarem suas instituições políticas.   
(E) determinou o prevalecimento socioeconômico de uma elite mestiça e aprofundou as relações interraciais no país.   
  
10. (Enem cancelado 2009)  O ataque japonês a Pearl Harbor e a consequente guerra entre americanos e japoneses no Pacífico foi resultado de um processo de desgaste das relações entre ambos. Depois de 1934, os japoneses passaram a falar mais desinibidamente da “Esfera de coprosperidade da Grande Ásia Oriental”, considerada como a “Doutrina Monroe Japonesa”.
A expansão japonesa havia começado em 1895, quando venceu a China, impôs-lhe o Tratado de Shimonoseki passando a exercer tutela sobre a Corea. Definida sua área de projeção, o Japão passou a ter atritos constantes com a China e a Rússia. A área de atrito passou a incluir os Estados Unidos quando os japoneses ocuparam a Manchúria, em 1931, e a seguir, a China, em 1937.

REIS FILHO, D. A. (Org.). O século XX, o tempo das crises.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

Sobre a expansão japonesa, infere-se que
(A) o Japão tinha uma política expansionista, na Ásia, de natureza bélica, diferente da doutrina Monroe.   
(B) o Japão buscou promover a prosperidade da Coreia, tutelando-a à semelhança do que os EUA faziam.   
(C) o povo japonês propôs cooperação aos Estados Unidos ao copiarem a Doutrina Monroe e proporem o desenvolvimento da Ásia.   
(D) a China aliou-se à Rússia contra o Japão, sendo que a doutrina Monroe previa a parceria entre os dois.   
(E) a Manchúria era território norte-americano e foi ocupado pelo Japão, originando a guerra entre os dois países.   
 



Resposta da questão 7:
 [B]

A obra “Guernica” de Pablo Picasso retrata, em linguagem cubista, os horrores da guerra por ocasião no bombardeio alemão (nazista) à cidade natal do artista em apoio ao general Francisco Franco na fase final da Guerra Civil Espanhola (1936-1938).  

Resposta da questão 8:
 [D]

Em 1812, a Rússia rompeu o Bloqueio Continental, imposto por Napoleão Bonaparte aos ingleses. Este empreende então a invasão da Rússia que sem saída, usa uma tática de guerra chamada Terra Arrasada, que consistia em destruir cidades inteiras para criar um campo de batalha favorável aos defensores. Aliada com o inverno rigoroso, a Rússia consegue vencer o Exército Napoleônico que sai com apenas 100.000 homens.
Em 22 de junho de 1941, através da  Operação Barbarossa, com o emprego de uma poderosa máquina de guerra,  a Alemanha nazista invade a União Soviética, rompendo o Pacto de Não-Agressão estabelecido em 1939 entre Stalin e Hitler. A mobilização do Exército Vermelho para tentar deter o avanço alemão não foi capaz de deter o ímpeto do ataque. Em 3 de julho, Stalin transmitiu um comunicado de terra arrasada: cidades, casas e plantações deveriam ser destruídos ou queimados, para privar os invasores de seus recursos. O povo soviético deveria abandonar toda e qualquer complacência com os alemães. Após desgastantes batalhas, em particular a de Stalingrado, a União Soviética impõe a primeira grande derrota aos alemães na Segunda Guerra Mundial.  

Resposta da questão 9:
 [C]

A África do Sul foi uma região dominada por colonizadores de origem inglesa e holandesa que, após a Guerra dos Boeres (1902) passaram a definir a política de segregação racial como uma das fórmulas para manterem o domínio sobre a população nativa. Esse regime de segregação racial - conhecido como apartheid, começou a ficar definido com a decretação do Ato de Terras Nativas e as Leis do Passe. A partir de 1948, quando os Afrikaaners (brancos de origem holandesa), através do Partido Nacional, assumiram o controle hegemônico da política do país, a segregação consolidou-se com a catalogação racial de toda criança recém-nascida.  

Resposta da questão 10:
 [A]

A Doutrina Monroe, proferida pelo presidente James Monroe em 1823, estabelecia que o continente americano não devesse aceitar nenhum tipo de intromissão europeia sobre quaisquer aspectos, caracterizando-se como uma reação à proposta de recolonização da América por parte da Santa Aliança formada por países europeus como Áustria, Rússia, e França durante o Congresso de Viena de 1815. Tinha por lema “A América para os americanos” e evidenciava pretensões imperialistas dos Estados Unidos em relação ao continente americano.
Já a defesa da “Esfera de coprosperidade da Grande Ásia Oriental” por parte do Japão caracterizou-se como uma política imperialista apoiada na expansão militar sobre territórios vizinhos na Ásia Oriental.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HOTWORDS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Follow by Email

Textos relacionados